Make your own free website on Tripod.com
XIV Copa do Mundo da FIFA - 1990
Tony Meola
Home

meola_celeb_jft_isi.jpg

 

Antonio Michael "Tony" Meola (Belleville, 21 de Fevereiro de 1969) é um goleiro dos Estados Unidos, que se tornou um dos mais famosos jogadores de futebol daquele país após sua participação na Copa do Mundo de 1994. Participou também das Copas do Mundo de 1990 e 2002.

Meola jogou futebol pelo Kearny High School em New Jersey, tendo atuado na seleção estadual como goleiro(1985) e atacante(1986). Nessa época, Meola impressionava por sua facilidade com os esportes, a ponto de ser chamado para a seleção estadual de beisebol em 1987

No futebol universitário, Fat Tony (apelido do goleiro) defendeu a Universidade de Virgínia, onde jogou 33 partidas, tendo saído em 17 delas sem levar gol. Nesse período, ganhou os prêmios Hermann(1988) e MAC (1989) de melhor jogador de futebol universitário. Foi escolhido melhor jogador da conferência leste em 1989.

No começo dos anos 90, Meola jogou durante um pequeno período na Inglaterra. Seu primeiro clube foi o Brighton & Hove Albion. Depois disso, jogou no Watford e retornou aos Estados Unidos.

Nos EUA, Tony Meola jogou na série A pelo Fort Lauderdale Strikers. Depois disso, jogou futebol indoor no time do Buffalo Blizzard na NPSL (Liga de futebol indoor, com regras diferentes das do futsal). Em 1995, Meola foi campeão do torneio da USISL, atuando pelo Long Island Rough Riders.

Com a criação da Major League Soccer (MLS), Meola foi jogar no Metrostars de Nova Iorque. Nesse clube, atuou de 1996 até 1998, participando de quase todos os jogos. No Metrostars, Meola obteve o recorde de 9 partidas sem levar gols na temporada de 1996. Em 1999, Meola foi negociado com o Kansas City Wizards. Porém, devido a uma lesão, perdeu quase toda a temporada.

Em 2000, Tony Meola fez uma ótima temporada, sendo campeão pelo Kansas e eleito o goleiro do ano. Além disso, terminou 16 partidas sem levar gols, novo recorde da liga. Meola retornou ao Metrostars em junho de 2005 e, ao término do campeonato, foi escolhido para a seleção da temporada. Permaneceu na equipe (agora chamada de Red Bull New York) em 2006. Porém, com a chegada do treinador Bruce Arena, a situação de Meola ficou ruim. O novo treinador passou a não relacioná-lo para os jogos e, ao término da temporada, dispensou o goleiro. Meola foi avisado da dispensa através de um e-mail de Bruce Arena, o que o deixou muito indignado.

Meola estreou na seleção dos Estados Unidos em 10 de Junho de 1988 em jogo contra o Equador. Foi o goleiro titular de seu país nas Copas do Mundo da Itália, em 1990, e dos Estados Unidos, em 1994, onde chamou a atenção por seu rabo-de-cavalo.

Em 1998, não foi lembrado na convocação e não foi à Copa da França. Sua participação na Copa do Mundo dos Estados Unidos o fez conhecido em todo o país. Em 2002, Meola foi o terceiro goleiro dos Estados Unidos na Copa do Mundo da Ásia. Em 2006, em partida contra a Jamaica, completou 100 jogos com a camisa dos Estados Unidos, tornando-se o goleiro que mais vezes defendeu aquela seleção.

Em 2007, Meola voltou ao futebol. Defendeu o New Jersey Ironmen, um time indoor, até 2008. Este foi o quarto time indoor da carreira do goleiro.

Curiosidades:

  • No período em que esteve na Universidade da Virgínia, Meola foi treinado por Bruce Arena, que mais tarde viria a ser treinador da Seleção de Futebol dos Estados Unidos e do Red Bull New York.
  • Em 1993, Tony Meola foi tema de um jogo de futebol para o video game Super Nintendo chamado Tony Meola Sidekicks Soccer. Na América Latina, o jogo recebeu o nome de Super Copa.
  • Em 1994, aventurou-se na NFL (liga de futebol americano). Na NFL, Meola era chutador do New York Jets.

volta à página inicial