Make your own free website on Tripod.com
XIV Copa do Mundo da FIFA - 1990
Thomas N'Kono
Home

9-africatw-7.jpg

Thomas N'Kono (Nascido em 20 de Julho de 1956, em Dizangue) é um ex-goleiro camaronês. Jogou as Copas do Mundo de 1982, 1990 e 1994.

N'Kono começou a jogar futebol aos 20 anos de idade, em 1977, quando estava no Canon Yaoundé, clube onde jogou até 1982. Em 1979, ele foi eleito o melhor jogador da África. Outro feito foi classificar Camarões pela primeira vez a uma Copa do Mundo. Apesar dos Leões Indomáveis não terem se classificado, N'Kono realizou seu sonho.

N'Kono chegou ao Real Club Deportivo Espanyol ainda em 1982. Foi o goleiro titular do time de Barcelona por oito temporadas, tendo se transformado no estrangeiro que mais vezes envergou a camisa do Espanyol. Os torecedores, além de recordarem sua qualidade como goleiro, ainda se lembram por verem N'Kono sempre jogar de calções largos. Por fim, seu talento foi reconhecido mundialmente, e sua atuações foram exemplares. N'Kono chegou a não tomar gols por 496 minutos.

Apesar de ter se classificado para a fase final do Mundial de 1982, Camarões não se classificou para a Copa do Mundo FIFA de 1986, pois foram eliminados pela Seleção Zambiana de Futebol nas Eliminatórias. Mas, em 1990, os Leões se classificaram tranqüilamente. Aos 35 anos de idade, N'Kono e seus companheiros fizeram história. Ele organizou o primeiro gol da Copa de 1990. Camarões saiu nas Quartas-de-final, mas N'Kono se deu por satisfeito.

Quando todos achavam que N'Kono se aposentaria, ele foi convocado para a Copa do Mundo FIFA de 1994, como segundo goleiro (Joseph-Antoine Bell era o titular, e Jacques Songo'o era o terceiro goleiro). Porém, Camarões não repetiu a façanha de 1990 e foi eliminado (sofreu uma vergonhosa derrota por 6 a 1 - cinco gols foram marcados por Oleg Salenko). Antes do Mundial, ele havia saído do Espanyol, e peregrinou por dois pequenos times espanhóis: o L'Hospitallet e o Centre d'Esports Sabadell Fútbol Club.

Mesmo com mais de 40 anos, Nkono não havia parado. Atuou por times de Brunei e da Indonésia, até chegar à Bolívia, para jogar no Club Bolívar. Ele se aposentou em 2001, aos 45 anos de idade, feito que Roger Milla, ex-companheiro de time de N'Kono, não igualou.

Após encerrar a carreira como jogador, N'Kono se aventurou como técnico. Mais uma vez, ele teve sucesso, pois nas Olimpíadas de Sydney em 2000, Camarões, treinado por N'Kono, conseguiu seu maior título, ao ganhar a medalha de ouro.

Atualmente N'Kono está novamente no Espanyol, agora como treinador de goleiros. Está trabalhando com jovens goleiros, para estes se formarem desportivamente. O caso mais importante é o de Didier Ovono Evang.

volta à página inicial