Make your own free website on Tripod.com
XIV Copa do Mundo da FIFA - 1990
Jürgen Klinsmann
Home

klinsmann.jpg

Jürgen Klinsmann (Göppingen, 30 de Julho de 1964) é um treinador alemão de futebol e ex-jogador. Jogou como atacante e, graças aos seus cabelos loiros e a sua habilidade de marcar gols, logo recebeu o apelido de "Bombardeiro Dourado". A família de Klinsmann administra uma padaria no subúrbio de Botnang em Stuttgart e consequentemente ele é carinhosamente citado como o "filho do padeiro".

Klinsmann foi introduzido pela primeira vez ao futebol com oito anos de idade, jogando em todas as posições em sua juventude, incluindo a de goleiro. Ele começou sua carreira profissional com dezessete anos de idade no Stuttgarter Kickers, que naquela época era um clube de segunda divisão. Em 1984 ele se juntou ao mais prestigioso VfB Stuttgart, um membro perene da primeira divisão.

Além de jogar pelos clubes alemães VfB Stuttgart e Bayern München, Klinsmann jogou em muitos países da Europa - no AS Monaco na França, Internazionale e Sampdoria na Itália, e duas vezes no Tottenham Hotspur na Inglaterra. Durante sua segunda passagem pelo Spurs, Klinsmann decidiu se aposentar da carreira como jogador profissional de futebol no verão de 1998 após o Campeonato do Mundo.

Klinsmann teve uma carreira internacional frutífera, tendo seu primeiro serviço pela Alemanha Ocidental em 1987 e no final colecionando 108 jogos e 47 gols pela Seleção. Ele participou das Olimpíadas de 1988, ganhando uma medalha de bronze; da Eurocopa de 1988, 1992 e 1996, chegando à final em 1992 e se tornando campeão em 1996; e das Copas de 1990, 1994 e 1998, ganhando a Copa do Mundo em 1990. Ele se aposentou da Seleção após a Copa de 98.

Com sua aposentadoria dos gramados, Klinsmann começou sua carreira comercial. Ele se tornou o vice-presidente de uma consultoria de marketing esportivo sediada nos Estados Unidos e foi envolvido na Major League Soccer como parte do time do Los Angeles Galaxy.

Em 26 de Julho de 2004, ele retornou à Alemanha como novo técnico da Seleção, no lugar de outro tricampeão mundial de 1990, o ex-craque Rudi Völler, com quem ele fizera uma das melhores duplas de ataque do futebol mundial, no início dos anos 90. Klinsmann embarcou com muita disposição em um programa agressivo para alavancar a gerência da equipe e reestruturar a quase combalida seleção. Trouxe seu ex-companheiro de ataque na seleção alemã, Oliver Bierhoff para a diretoria, o qual ajudou a dividir os trabalhos em relações públicas combinados de seu antecessor do real aspecto de direção técnica da posição. Além disso, ele criou um movimento jovem para arejar e renovar uma equipe envelhecida que deu uma desastrosa demonstração na Eurocopa de 2004. O objetivo final de sua atual posição era a Copa do Mundo de 2006 na Alemanha, na qual logrou um convincente 3º lugar.

Quando a Copa começou, a Alemanha toda (incluindo torcedores e imprensa) estava completamente desacreditada em relação à sua seleção, pois ele levou jogadores com ou nenhum crédito perante os torcedores como o zagueiro Huth, o qual era do Chelsea, contudo Klinsmann moldou um time competitivo e deu um espirito competitivo a seus jogadores. Apesar de sua gigantesca tradição, principalmente em Copas do Mundo, com 3 títulos mundiais e 7 finais disputadas, poucos supunham que a Alemanha acabaria chegando entre os quatro melhores times do torneio. Klinsmann assumirá o Bayern de Munique em lugar de Ottmar Hitzfeld que já anunciou que não seguirá mais como treinador da equipe ao fim da temporada. Com isso, o Bayern se tornou o primeiro clube que Jürgen dirigiu.

Em Abril de 2009 Klinsmann foi demitido do cargo do Bayern München pelos resultados menos bons que o clube vinha a obter na Bundesliga.

volta à página inicial