Make your own free website on Tripod.com
XIV Copa do Mundo da FIFA - 1990
Bodo Illgner
Home

9-dt-tw-1990-17.jpg

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Bodo_Illgner

Bodo Illgner (Koblenz, 7 de Abril de 1967) é um ex-futebolista alemão. Em sua carreira, defendeu apenas dois clubes: 1.F.C. Köln e Real Madrid. Pela seleção, Illgner se tornou na Copa do Mundo de 1990, o primeiro goleiro a não sofrer gols em uma final.

Revelado nas categorias de base do 1.F.C. Köln, Illgner fez sua estreia na Bundesliga em 22 de fevereiro de 1986, na derrota para o poderoso Bayern München, por 3 a 1. Apesar de suas defesas, não conseguiu evitrar que o 1.F.C. Köln fosse duas vezes vice-campeão alemão (1989 e 1990) e, vice da Copa da Alemanha em 1991. Apesar disso, em 1991, ainda defendendo as cores do 1.F.C. Köln, Illgner foi eleito o goleiro europeu do ano.

Em 30 de agosto de 1996, mesmo tendo iniciado a temporada com o 1.F.C. Köln, Illgner assinou contrato com o poderoso clube espanhol Real Madrid. Logo em sua primeira temporada pelo clube de Madrid, Illgner disputou quarenta partidas, ajudando na conquista do campeonato espanhol da mesma temporada.

Na temporada seguinte, perdeu a vaga de titular para Santiago Cañizares, mas acabou reconquistando perto da final da Liga dos Campeões da UEFA, contra a Juventus, de Turim. Ainda em 1998, após ser campeão europeu, Illgner foi campeão do mundo contra o clube brasileiro Vasco da Gama. Apesar do gol sofrido para Juninho Pernambucano, após uma linda defesa, Illgner teve uma grande participação na conquista.

Em 1999, acabou perdendo novamente a vaga de titular, agora, para Íker Casillas, que acabava de subir das categorias de base do próprio Real Madrid. Insatisfeito com a reserva, ao fim da temporada 2000-01, Illgner anunciou sua retirada dos gramados, após dezoito anos como jogador profissional.

Illgner defendeu a Seleção Alemã durante sete anos (1987-1994). Estreou na seleção principal da Alemanha Ocidental em 23 de setembro de 1987, em vitória simples sobre a Dinamarca, por 1 a 0. Apesar de sua atuação, acabou sendo reserva de Eike Immel na Eurocopa 1988.

As vésperas da Copa do Mundo de 1990, Illgner já era titular absoluto do gol alemão e, estava em excepcional forma. Ao lado de nomes como: Reuter, Augenthaler e Matthäus, Illgner foi um dos comandantes da vitoriosa campanha de sua seleção na copa, o que resultou na conquista da mesma sobre a Argentina, por 1 a 0. Na vitória sobre a Argentina, por 1 a 0, Illgner se tornou o primeiro goleiro da história a não sofrer gols em uma final de Copa do Mundo.

Na Eurocopa 1992, Illgner foi novamente titular de sua seleção. Entrando como favorita na competição, não foi difícil para a Alemanha estar novamente em uma final. Mas, acabou perdendo o título para a surpreendente Dinamarca, de Brian Laudrup, por 2 a 0. Illgner nada pode fazer nesse jogo para evitar a derrota alemã.

Encerrou sua carreira pela Seleção Alemã em 1994, após a disputa da Copa do Mundo. Ao todo, foram cinquenta e quatro partidas disputadas defendendo a Die Nationalelf.

volta à página inicial